Portos do Paraná apresenta projetos e programas ambientais na COP27
09/11/2022 - 17:08

A Portos do Paraná participou de um painel da Conferência sobre Mudanças Climáticas (COP27), realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU), nesta quarta-feira (9). Nesta edição, na cidade de Sharm El Sheik, no Egito, a empresa pública paranaense foi, mais uma vez, a única autoridade portuária convidada a palestrar no evento.

A empresa está representada na conferência internacional pelo diretor de Meio Ambiente, João Paulo Ribeiro Santana. Os temas abordados foram “Tornando-se Verde: Setor Privado Sustentável", "Lidere o Caminho: Estudos de Caso sobre Desenvolvimento Urbano Sustentável" e "Investimento em Comunidades”. Ele destacou a intenção de construir um biodigestor para transformar grãos varridos em energia e, ainda, ações para reduzir a dragagem com implantação de sistemas agroflorestais familiares.

Na terça-feira (08) ele participou do painel “Tecnologia e Transferência Inovadoras: Solução Chave para Ações Climáticas”. Além da Portos do Paraná, participaram empresas de diversos portes e todas abordaram as respectivas atuações na área de inovação em práticas ambientais. “As pessoas pensam que um porto não tem muito como inovar na área ambiental, mas temos, sim. E mais uma vez, a Portos do Paraná mostrou ao mundo suas intenções ambientais e sociais”, disse.

Ele apresentou programas ambientais, como o de gerenciamento de resíduos sólidos, de monitoramento da atividade pesqueira e da qualidade da água subterrânea, e os projetos de educação ambiental. O porto também tem um programa permanente com as prefeituras de Antonina e Paranaguá para trabalhar de forma sustentável a relação das comunidades e das escolas com o trabalho de movimentação de cargas.

Para o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o reconhecimento mundial ao trabalho realizado no Litoral do Estado é resultado dos investimentos feitos na área ambiental. “São mais de R$ 68 milhões em recursos para ações de monitoramento, proteção e recuperação”, afirmou.

Os portos do Paraná têm alto índice de desenvolvimento ambiental, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Todos os projetos ambientais apresentados pela empresa pública na COP27 têm relação direta com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).