Especial CORONAVÍRUS

Clique e saiba mais na Ordem de Serviço que delibera sobre as medidas adotadas pela Portos do Paraná!

 

Cronograma das ações

A identificação do vírus surgiu na província de Hubei, na China, em janeiro deste ano, depois do alerta de diversos casos de pneumonia na cidade de Wuhan, no final de 2019.

Em janeiro mesmo, a administração dos Portos do Paraná começou a agir! No final de semana do dia 26, diante de uma situação suspeita, durante a troca de tripulação de um navio que estava atracado no Porto de Paranaguá. A empresa acompanhou a situação, atendida pela Anvisa e adotou uma série de procedimentos preventivos.

A partir do dia 28, cartazes com orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde foram afixados nos diversos ambientes dos portos do Paraná, em três idiomas: português, inglês e mandarim.

No dia 29, as medidas sanitárias e práticas de controle de tripulação foram intensificadas para minimizar os riscos de infecção pelo Coronavírus. Seguindo regulamentações sanitárias internacionais, a autoridade portuária segue um protocolo diferenciado para embarcações e tripulantes vindos das áreas epidêmicas. Esses foram publicados na Ordem de Serviço 12/2020, atualizada pela OS 050, logo em seguida.

FEVEREIRO

No dia 3, junto com a Anvisa, a Portos do Paraná realizou uma série de reuniões com a Marinha, Regional de Saúde, SAMU, Hospital Regional do Litoral, empresas, armadores e operadores portuários, sobre o novo coronavirus (nCoV).

Durante o mês, o diálogo permaneceu constante com todos os órgãos e atores envolvidos, com troca de informações, definições e acompanhamento da situação em todo o mundo. Já vínhamos nos preparando para colocar em prática o Plano de Contingência de Emergência de Saúde Pública.

No dia 21, um simulado testou atendimento ao coronavírus no Porto de Paranaguá. A simulação reuniu Portos do Paraná, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Primeira Regional de Saúde, SAMU, Hospital Regional do Litoral e o Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalhador Portuário (OGMO).

MARÇO

A situação seguiu sendo monitorada pela Diretoria de Meio Ambiente. No início do mês, no dia 6, os trabalhadores e comunidade portuária foi orientada pela Anvisam, em diálogo liderado pela Portos do Paraná.

A limpeza e assepsia do acesso seguiu rigorosamente.

No final de semana, dos dias 14 e 15, a equipe fez um estudo e montou uma apresentação sobre a necessidade de medidas mais intensivas. Diante do atual cenário, foi avaliada a necessidade de revisão das OS 050.

No dia 16, essa atualização foi tratada em reunião com representantes de diversos setores da Portos do Paraná.

No dia 17, ficou estabelecido o Comitê de Contingências COVID-19, integrado pelas áreas de Recursos Humanos, Jurídica, Assistência Médica e Social, Comunicação, Operação, Meio Ambiente, UASP/GUAPOR, Segurança e Medicina do Trabalho, responsável por recomendar as medidas a serem adotadas na empresa e reportar à Presidência sobre o
cenário mundial e local, e outras avaliações previstas nesta Ordem de Serviço.

No dia 18, após aprovação e assinatura do presidente, a Portos do Paraná lança a nova OS 064, com novas medidas preventivas.

No dia 19 de março, os diretores e demais integrantes do Comitê receberam, no Palácio Taguaré, líderes sindicais e ouviram suas demandas. O encontro ficou registrado em Ata, enviada a todos.

No dia 20, sexta-feira, muitas das coisas deliberadas na reunião já estavam atendidas. Os líderes sindicais se reuniram ao OGMO para colocar pias para higienização das mãos, em frente ao Dom Pedro II, na entrada e na saída. No mesmo dia, já estávamos recebendo os banheiros químicos e instalando, junto com as tendas, tanto no Pátio de Triagem quanto na faixa portuária.

No final de semana, em 21 e 22, as reuniões seguiram – em ambientes virtuais - com representantes da Portos do Paraná, representantes dos órgãos estaduais e municipais de saúde, além da Anvisa.

No dia 23, a Portos do Paraná se reuniu com o Órgão Gestor da Mão de Obra (OGMO) para alinhar o atendimento às demandas quanto à segurança dos trabalhadores portuários avulsos (Link na matéria abaixo).

Neste mesmo dia, 23 de março de 2020, a empresa pública concluiu a contratação emergencial de estruturas para reforçar a saúde dos trabalhadores em geral.

No dia 24 de março, estruturas extras de higienização das mãos (cinco pias equipadas com os produtos e iluminadas) foram instaladas nos silo e moegas públicos. A ação foi da ATEXP, seguindo às orientações da Portos do Paraná.

A partir do dia 25, quarta-feira, a estrutura extra contratada entrou em operação. 

Estruturas de atendimento foram montadas no Pátio de Triagem de Caminhões e no acesso ao cais Dom Pedro II.

As equipes, contratadas pela Portos do Paraná, estão atendendo 24 horas, em turnos, e incluem 14 de técnicos de enfermagem, três de auxiliares administrativos e dois de limpeza hospitalar. A estrutura conta ainda com dois postos médicos e dois postos de enfermagem.

A empresa pública adquiriu (ou está adquirindo) 20 mil litros de álcool em gel; 144 litros de sabonete antisséptico (usados em ambientes hospitalares); 5 mil pares de luvas; 10 mil unidades extras de máscaras cirúrgicas; 21 tendas e cabines elevadas; 200 metros lineares de grade de isolamento, 32 chuveiros, 60 pias e lava-pés com hipoclorito de sódio.

Esses lava-pés com hipoclorito de sódio já estão disponibilizados para a saída dos trabalhadores da faixa portuária. O acesso está organizado da seguinte forma, a evitar aglomerações e contatos: só entram pela escada e só saem pela rampa. O pedilúvio está instalado nas rampas.

Além disso, a partir desta semana, a empresa pública deu início ao serviço desinfecção de superfícies. Este estão sendo realizados no prédio Dom Pedro II (acesso dos trabalhadores ao cais) e no Pátio de Triagem. No Dom Pedro, são desinfectados, diariamente, a cada troca de turno, o piso em frente ao prédio e, internamente, maçanetas, corrimãos e as superfícies de atendimento ao público (balcão). No Pátio, em volta dos banheiros e cantinas, duas vezes ao dia.Em breve, será estendido também ao silo vertical. 

COMUNICAÇÃO

Na semana de 16 a 20 de março, foram criados canais de comunicação com toda a comunidade portuária – empresários, operadores, agentes, trabalhadores e funcionários – para trocas de informações oficiais de maneira mais ágil;

Esta “sobrecapa” foi criada para o site, direcionando ao conteúdo específico, o mais buscado nesta semana;

As matérias, notas, boletins e conteúdo de redes sociais seguem diários.

 

 

 

Fique sabendo

 

Plano de Contingência - acionado em 20/03/2020

Comunidade Portuária Newsletter 19/03/2020

O que estamos fazendo:

  • Na administração:

1 – Criação do Comitê de Contingências para acompanhamento da doença e assessoria na tomada de decisões.

2 – Suspensão de viagens nacionais e internacionais.❌

3 – Suspensão de eventos, treinamentos, reuniões presenciais com mais de 10 pessoas, auditorias e visitas técnicas. ❌

4 – Os protocolos serão feitos, prioritariamente, via email.📧

5 – O atendimento presencial está suspenso – nos casos possíveis e após análise administrativa.❌

6 – O trabalho remoto dos servidores será instituído a critério de cada chefia, mantendo os serviços essências, em regime de escala ou rodizio. 

7 – As metas de cada setor serão mantidas e as atividades serão acordadas por cada diretoria. 

8 – Servidores com mais de 60 anos, gestantes, lactantes, imunossuprimidos, portadores de doença crônicas, problemas respiratórios ou doenças que aumentem o risco, devem trabalhar remotamente – de acordo com a orientação da chefia imediata. ❌

9 – Colaboradores que voltarem de viagem ao exterior devem atuar remotamente por, no mínimo, 14 dias. ❌

10 – Os controles de acesso biométrico estão dispensados, temporariamente. Mantendo a obrigação de uso do crachá. ❌

11 – Pode haver flexibilização do horário de entrada e saída, para funcionários da Portos do Paraná e também empresas que atuam no porto. 

12 – Empresas terceirizadas e prestadores de serviço também devem seguir a OS 64/2020. 

  • No cais:

1 - Contratação de equipes médicas para triagem inicial dos trabalhadores portuários com sintomas compatíveis;

2 - Instalação de estações de higienização dentro e fora da faixa portuária;

3 - Organizadores de fila para distância nas áreas de acesso;

4 - Liberado acesso biométrico, mantido apenas a apresentação do crachá e identidade;

5 - Limpeza de desinfecção constante dos acessos de pessoas, nos torniquetes;

6 - Instalação de lava-pés com hipoclorito, para a desinfecção dos calçados na saída dos trabalhadores.

  • No pátio:

1 - Medidas restritivas nas cantinas (só pela janela)

2 - Retirada de equipamentos de convivência (bancos e mesas)

Em operação: 

1 - Estrutura de atendimento para caminhoneiros que informem os sintomas + medição de temperatura

2 - Estrutura de equipe médica e enfermagem;

3 - Parceria com armazéns para prioridade na descarga

4 - Área de isolamento para caminhões e higienização de veículos

  • Nos Silos Públicos/ Moegas

- Contato com AOCEP + OGMo para higienização nas moegas

  • No Píer  público de Inflamáveis:

- Contato com operadores do píer público para adoção e implantação de medidas.

  •  Em Antonina:

Tenda para  pré-atendimento a caminhões .

SAIBA MAIS NAS ORDENS DE SERVIÇO QUE JÁ SAÍRAM SOBRE O ASSUNTO:

Ordem de Serviço 012 de 29/01/2020 - considerando o Boletim Epidemiológico de 22 de janeiro de 2020 da Secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, a Portos do Paraná emitiu a primeira OS para estabelecer medidas de prevenção e contenção do COVID-19 visando a garantia da saúde e segurança dos trabalhadores portuários. Nela já constavam a preocupação com embarcações oriundas de países afetados e que precisavam cumprir um ciclo de 21 dias em mar para poderem atracar nos Portos do Paraná. Em caso de tripulante suspeito, a ANVISA seria acionada bem como todo o aparato do Porto para se fazer a verificação no navio e, se necessário, a remoção com todo o isolamento necessário para a segurança de todos. Também tratava sobre a troca de tripulação e exigia os exames necessários e um período mínimo de estadia entre algum país afetado e a efetiva entrada na faixa portuária. Ao mesmo tempo, já estabelecia normas de higiene pessoal para todos que trabalham próximos às embarcações e/ou tenham contato com tripulação.

Ordem de Serviço 050 de 02/03/2020 - Baseada no Boletim Epidemiológico de 21 de fevereiro de 2020 da Secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, a Portos do Paraná atualizou a OS 012-20 reduzindo de 21 para 14 dias o interstício entre um país afetado pelo COVID-19 e a atracação nos Portos do Paraná. O prazo menor também valia para a troca de tripulação.

Ordem de Serviço 064 de 18/03/2020 - Considerando os novos Boletins Epidemiológicos das autoridades sanitárias e também a entrada do Brasil entre os países com transmissão local, por determinação da OMS, a Portos do Paraná estabeleceu a criação do Comitê de Contingências COVID-19 para o acompanhamento da evolução da doença no país e no mundo, bem como, adoção de medidas de proteção para enfrentamento e de contingências de saúde pública decorrente do coronavírus (COVID-19). A empresa reforçava as medidas de higiene a serem tomadas por seus empregados e, ao mesmo tempo, encaminhava os funcionários acima de 60 anos e/ou com doenças crônicas a efetuarem trabalho remoto e também recomendava o rodízio de trabalhadores in loco nas dependências do Porto conforme a necessidade. Estagiários também poderiam ser dispensados e, quem convivesse com alguém suspeito de estar com COVID-19 também seria encaminhado para home office. A biometria nos acessos à faixa também passaram a ser dispensadas bem como os cuidados com a higiene geral dos trabalhadores ganhou um reforço.

Ordem de Serviço 066 de 20/03/2020 Dispensou os empregados efetivos de registrarem o ponto biométrico nas dependências do Porto e estabeleceu que a chefia imediata faria o controle do expediente.

Ordem de Serviço 067 de 23/03/2020 - Autorizou o remanejamento de férias no período de enfrentamento ao COVID-19 para períodos posteriores respeitando a legislação trabalhista.

Ordem de Serviço 068 de 23/03/2020 Estabeleceu medidas de higiene e segurança nas Cantinas do Pátio de Triagem como afastar as mesas e bancos de uso coletivo, serviço apenas de refeição para entrega sem a possibilidade de se oferecer buffets, que fossem respeitadas distância mínima nas filas etc.

 

Contatos, em caso de dúvida

 

Público geral:

Dúvidas e informações pelo e-mail ouvidoria.appa@appa.pr.gov.br ou pelo telefone 0800 41 1133

Imprensa:

portospr@gmail.com

Plantão - Núria Bianco (41) 9 9990-9998 e Nájia Furlan (41) 9 9945-9081

 

Perguntas e respostas

Legislação - o que dizem as leis do Brasil sobre o tema

 

Últimas notícias sobre o tema

Estrutura do porto apoia caminhoneiros no combate à Covid-19 (26/03/2020 - 17:15)

Portos reforçam cuidados para manter serviços essenciais (25/03/2020 - 12:30)

Página reúne informações sobre esforços da Portos do Paraná contra a Covid-19 (23/03/2020 - 17:28)

Porto de Paranaguá tem novos equipamentos para higiene de trabalhadores (21/03/2020 - 12:04)

NOTA DE ESCLARECIMENTO - orientação às agências marítimas sobre o desembarque de tripulantes (20/03/2020 - 18:26)

Portos e agentes de vigilância garantem segurança nas operações portuárias (20/03/2020 - 15:42)

Portos do Paraná continuarão funcionando normalmente (19/03/2020 - 14:20)

NOTA DE ESCLARECIMENTO - Portos do Paraná NÃO terão as operações paralisadas (18/03/2020 - 18:09)

Portos adotam novas medidas de prevenção ao novo coronavírus (18/03/2020 - 17:25)

Saúde orienta trabalhadores do Porto sobre coronavírus (06/03/2020 - 17:27)

Simulado testa atendimento ao coronavírus no Porto (21/02/2020 - 17:11)

Porto e órgãos de saúde reforçam medidas contra o coronavírus no PR (03/02/2020 - 17:15)

Portos do Paraná intensificam medidas de prevenção ao Coronavírus (29/01/2020 - 16:46)

Saiba mais sobre a COVID-19 - Busque informações oficiais; evite FakeNews!

No Paraná -

http://www.coronavirus.pr.gov.br/

http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=3507

No Brasil - 

http://portal.anvisa.gov.br/ 

https://coronavirus.saude.gov.br/

No Mundo -

https://www.paho.org/bra/

https://www.who.int/