Portos do Paraná promove blitz educativa na faixa primária
24/09/2021 - 18:09

A Portos do Paraná também aderiu à Semana Nacional do Trânsito e realizou uma blitz educativa nesta sexta-feira, dia 24, em vários pontos do Porto de Paranaguá. Foram verificadas regras de tráfego na faixa primária como velocidade, faróis acesos, uso de EPIs, entre outras para alertar motoristas de caminhões e veículos leves da importância da segurança na atividade portuária. A ação de fiscalização será permanente em locais estratégicos e horários, e prevê punição aos infratores.

“Aproveitamos a Semana Nacional de Trânsito para começar as ações que a gente coloca como periódicas a partir de agora na faixa, em virtude da identificação de possíveis problemas no trânsito de veículos, alinhada com a política de consequências que publicamos a um mês atrás. Neste momento estamos orientando, sem o intuito punitivo, mas para que o público entenda que estamos iniciando uma ação mais incisiva para fazer valer as regulamentações existentes hoje”, justifica Felipe Zacharias, assessor especialista em Saúde e Segurança do Trabalho.

De acordo com Zacharias, o foco foi em problemas como excesso de velocidade, faróis apagados, cinto de segurança, condições dos veículos, existência de SEV, validade de CNH. “A gente pegou de tudo um pouco e, por isso, orientamos, distribuímos o folder e focamos nas regras que nós temos”, aponta o assessor. A Diretoria de Operações e Unidade Administrativa de Segurança Portuária (UASP) também auxiliou na blitz educativa.

Na visão do gerente de Saúde e Segurança do Trabalho, José Sbravatti, as primeiras reações dos motoristas abordados foram boas. “Foi muito positiva, o pessoal recepcionou bem as abordagens e a nossa ideia é dar uma continuidade efetiva nessas ações. A tendência é que, ao longo das semanas, a gente consiga aumentar a frequência e reforçar para todos que acessam a faixa portuária que o radar vai estar diariamente sendo aplicado, verificando a velocidade dos veículos de maneira constante”, avisa.

O radar, que é um aparelho importado e de grande precisão, é o principal instrumento usado na blitz. Na abordagem os motoristas também recebem um folder com regras que precisam ser seguidas, como dar preferência ao pedestre, respeitar o limite de 30 km/h, utilizar o cinto de segurança, manter os faróis acesos, não usar celular ao volante e não dirigir sob o efeito do álcool. Neste último caso, o condutor também pode ser direcionado a fazer o teste do etilômetro.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias