Notícias

29/01/2018

Mais de 3 mil pessoas visitam a Fragata União, em Paranaguá

Mais de 3,6 mil pessoas passaram pelo Porto de Paranaguá ao longo deste domingo (28) para visitar o navio-escolta Fragata União. A embarcação ficou aberta para visitação pública das 9h às 17h e recebeu os veranistas que estão no Litoral do Paraná, de Curitiba e até mesmo de cidades mais distantes, que vieram a Paranaguá especialmente para conhecer a embarcação de guerra da Marinha do Brasil.

A embarcação ficou atracada no berço 208 do porto e todos os visitantes que enfrentaram o sol foram compensados por uma visita guiada pela tripulação do navio. Ao longo do passeio, os marinheiros mostravam todo seu arsenal, explicavam suas características e funcionalidades. Dentro dela, também estava exposto um helicóptero de guerra.

O diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, conta que a visita ao navio da Marinha atrai muitos visitantes, porque é uma oportunidade para as pessoas conhecerem também o Porto de Paranaguá.

“As normas e padrões de segurança internacionais implementadas no Porto nos permitem abrir a visitação apenas em casos excepcionais e, ainda assim, com rigoroso controle de acesso. Foi desta forma que pudemos organizar a visita da população que atendeu prontamente ao nosso convite. Ficamos felizes com tamanha procura”, afirmou Dividino.

Todos os visitantes que estiveram no Porto, com documentação em mãos, passaram por um cadastro e, de ônibus, foram levados até o navio, onde foram recepcionados pela equipe da Marinha.

O NAVIO - A fragata, de 129 metros de comprimento, 13,5 metros de largura e 5,5 metros de altura, conta, por exemplo, com lança mísseis e canhões antiaéreos. Mais de 200 oficiais ficam embarcados nas suas missões, que podem durar até 9 meses.

O vice-almirante e comandante do 8º Distrito Naval, Antônio Carlos Soares Guerreiro, conta que a Fragata União foi construída no Brasil no início da década de 70, a partir de um projeto britânico. "O navio possui equipamentos voltados para a guerra submarina, defesa antiaérea e ameaça de superfície", diz o comandante. Segundo ele, a Fragata foi modernizada no Brasil e no Exterior e hoje é considerado um navio preparado para se opor a qualquer ameaça no mar. Recentemente, a Fragata União foi utilizada em missões de paz no Líbano.

O profissional liberal Joelson Gorrinha veio com os filhos de 17 e de 13 anos para conhecer o navio e o Porto de Paranaguá. “Sempre quisemos conhecer o porto e aproveitamos a oportunidade. O navio é lindo e a visita foi muito bem organizada. Chegamos cedo porque sabíamos que teria fila e deu tudo certo. Estamos voltando felizes para casa”, disse Joelson.

Luís Felipe Moura Menezes veio de Curitiba especialmente para conhecer a embarcação. “Nunca tinha visto nada parecido e nem sabia que a Marinha do Brasil tinha este tipo de navio de guerra, que já tinha participado de missões”, afirma Menezes. “Gostei principalmente do canhão central. É impressionante saber que os mísseis lançados por ele podem atingir um alvo a 70 quilômetros de distância”, acrescenta.

Marcos Redkva trouxe seus três filhos, Kauan, Kaique e Erik. “O passeio foi muito bom, as crianças gostaram ainda mais, principalmente porque os marinheiros foram muito atenciosos com todos”, diz Marcos, que também desceu a Serra só para ver a Fragata União.

Grupos de Escoteiros e alunos do Colégio Militar do Paraná também estiveram no Porto para visitar o navio.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.