FAQ - Perguntas Frequentes

Onde estão localizados os Porto de Paranaguá e Antonina?
Os dois portos estão localizados no litoral paranaense, na Baía de Paranaguá.

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina é pública ou privada?
A Appa é uma empresa pública responsável por gerir os portos paranaenses através do Convênio de Delegação nº. 037/2001, celebrado em 11 de dezembro de 2001 entre o Estado do Paraná e a União com validade de 25 anos, que vigorará até 1º janeiro de 2027, com possibilidade de prorrogação.

Qual a relação da Appa com o Governo do Paraná? E com o Governo Federal?
A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) é uma empresa pública estadual, subordinada à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, que administra os portos D. Pedro II, em Paranaguá, e Barão de Teffé, em Antonina.
O contrato de concessão dos portos paranaenses, entre Estado e União, teve início em fevereiro de 1949. Em dezembro de 2001, foi substituído pelo Convênio de Delegação nº. 037/2001, entre Estado e União, que vigora até 2027, podendo ser prorrogado.

Qual a origem e o destino das cargas exportadas pelos Portos de Paranaguá e Antonina?
Os portos paranaenses são essenciais para o escoamento da produção agrícola e industrial brasileira, recebendo cargas de todas as regiões do país para enviar para estabelecer uma vasta corrente de comércio com mais de 150 portos do mundo inteiro.

O Porto de Paranaguá, em especial, é o segundo maior porto do Brasil. É a principal via de escoamento da safra dos estados do Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Também recebe cargas dos estados de Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e Rondônia.

As exportações têm como principais destinos a China, Estados Unidos, Índia, Rússia, Holanda, Argentina, Alemanha e Coréia do Sul.

Qual a origem e o destino das cargas importadas pelos Portos de Paranaguá e Antonina?
Assim como nas exportações, os portos do Paraná também são algumas das principais portas de entrada dos produtos estrangeiros no país. Os Portos de Paranaguá e Antonina recebem cerca de 70% do fertilizante importado por todo o Brasil.
As principais origens das cargas recebidas são China, Argentina, Alemanha, Estados Unidos, França e Rússia.

Qual o volume de carga movimentada pelos Portos do Paraná?
Anualmente, mais de 45 milhões de toneladas de cargas são movimentadas pelos Portos de Paranaguá e Antonina.

Qual a relevância dos Portos de Paranaguá e Antonina em relação aos demais portos do país?
O Porto de Paranaguá é o 1º porto brasileiro em exportação de farelo de soja e óleo vegetal, 2º em soja, congelados, açúcar, milho, papel, algodão, madeira, álcool e veículos. No sentido de importação, Paranaguá é o 1º em fertilizantes e veículos, 2º em pasta e outros produtos químicos e 3º em máquinas, peças e equipamentos.

Quais os principais investimentos realizados nos Portos de Paranaguá e Antonina nos últimos anos?
Os Portos de Paranaguá e Antonina passaram por uma repotencialização. Em Paranaguá, foi feita a obra de reforço do cais, a troca de quatro shiploaders do Corredor de Exportação, a construção das novas entradas e balanças. Em Antonina, foi construída uma nova sede administrativa. O canal dos dois portos passou por quatro campanhas de dragagem de manutenção.

Qual a profundidade máxima do canal da Baía de Paranaguá?
Atualmente, a profundidade máxima é de 15 metros.
Recomendar esta página via e-mail: