Acesso

O Porto de Paranaguá integra uma grande rede de transporte, no Estado do Paraná e no Sul do Brasil. Este sistema multimodal forma um Corredor de Exportação eficiente e competitivo
Esta extensa malha rodoviária, com melhoramentos e duplicações nos principais eixos de ligação dentro da zona de influência, conecta-se com os Corredores Leste, Central e Oeste da Região Sul e, também, com o Corredor de Exportação do Mercosul.


Rodoviário: Pela BR-277, ligando Paranaguá a Curitiba e conectando a BR-116 pelas rodovias PR-408, PR-411 e PR-410.

Como apoio ao transporte rodoviário, o Porto de Paranaguá possui, acessoriamente ao complexo “Corredor de Exportação”, um Pátio de Triagem para os caminhões que chegam a Paranaguá com destino às moegas deste complexo graneleiro.

O Pátio de Triagem possui uma capacidade de estacionamento de 1.400 caminhões, sendo que a capacidade instalada de recebimento do Complexo de Silos de Graneis Sólidos pode absorver até 2.800 caminhões/dia.

A partir do Pátio de Triagem, mais precisamente do km zero da BR-277, até os múltiplos terminais de Silos, de onde as cargas são direcionadas para os navios através de Correias Transportadoras e Ship-Loaders, o Porto realizou nos anos de 2004/2005 a construção da malha estrutural de vias de acesso, em pavimentação rígida, equivalente a 30 km de pistas com 7,00 metros de largura.

Ferroviário: A atual malha ferroviária que liga o Porto de Paranaguá, é administrada e operada pela Concessionária ALL – América Latina Logística, formando o segmento ferroviário do “Corredor do Paraná / Santa Catarina” n’uma extensão de cerca de 2,2 mil quilometros, transportando, principalmente granéis agrícolas, fertilizantes e combustíveis.

Oleoduto: Complementando os meios de transportes terrestres, há ainda a linha de oleoduto com 90 km de extensão, para derivados de petróleo, interligando o terminal de inflamáveis do Porto de Paranaguá, operado pela Petrobras/Transpetro, com a refinaria Getúlio Vargas em Araucária.

Aeroviário: O sistema aeroviário do Estado do Paraná, administrado pela empresa brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária – INFRAERO, compõe-se de 03 (três) aeroportos que operam com linhas regulares de passageiros, localizando-se nos municípios de São José dos Pinhais (região metropolitana de Curitiba e à 80 km de Paranaguá), Londrina e Foz do Iguaçu.

Marítimo: Pela barra de entrada (Canal da Galheta), definida nas Cartas Náuticas de Marinha nºs 1.821 e 1.822, com 150/200 metros de largura, 20 milhas de extensão e 13/15 metros de profundidade, o qual conta com leito em areia, permitindo navegação segura à graneleiros de grande porte, com carregamento de até 78.000 toneladas.

Recomendar esta página via e-mail: