Controle da Proliferação de Vetores

Conjunto de ações para controlar e reduzir a população de roedores, pombos, mosquitos, baratas, abelhas e outros vetores, por meio de medidas de manejo ambiental e ações diárias de gerenciamento.

O controle e monitoramento de roedores é feito por meio de armadilhas (porta-iscas) distribuídas em 450 pontos.

O controle de pombos é realizado por meio de repelente inibidor, remoção manual de ovos, ninhos e carcaças, e uso de barreiras física, como telas e grades, na estrutura dos armazéns.

Os Portos do Paraná trabalham para eliminar o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela, com o uso de larvicidas (aprovados pelo Ministério da Saúde e registrados na ANVISA). De forma permanente, equipes fazem a vistoria das áreas portuárias e removem pontos de acúmulo de água.

 

 

GALERIA DE IMAGENS

  • Porta-iscas distribuídas em 450 pontos
    Pulverização para controle de vetores